Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas | TVARACAJU.com Televisão via Internet

Os usuários da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo.   Estes usuários são diferent...

comportamento, sociopata, psicopata, psicologia, psiquiatria, psicosocial, paixão, apaixonado, separação

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Publicado por: admin
02/04/2020 10:59 AM
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

Os usuários da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo.

 

Estes usuários são diferentes dos chamados “trolls”. Os autores do novo estudo descrevem estes internautas como pessoas que publicam comentários a expressar “atitudes negativas e ofensivas” em relação às inadequações percebidas por outros, “mas não incluindo críticas construtivas”.

 

Enquanto isso, os trolls foram identificados em projetos anteriores como aqueles que se comportam de uma forma “enganosa, destrutiva ou perturbadora num ambiente social na Internet sem nenhum objetivo instrumental aparente“. Vários estudos já identificaram fortes correlações entre “trolling” e os três atributos da chamada Tríade Negra: psicopatia, narcisismo e maquiavelismo, além do sadismo.

 

Neste último estudo, publicado em março na revista científica Frontiers in Psychology, os investigadores analisaram os comentários do Facebook relacionados com o fraco desempenho dos atletas polacos nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang.

 

Os utilizadores que tinham publicado opiniões sobre esse assunto foram convidados a preencher uma série de questionários projetados para revelar traços de personalidade como psicopatia, narcisismo, maquiavelismo, inveja, frustração e satisfação com a vida.

 

No questionário, de acordo com o IFLScience, participaram 94 utilizadores da Internet, 46 dos quais tinham publicado comentários considerados odiosos. Exemplos de declarações de ódio incluem: “Ela desacredita o nosso país e faz isso pelo dinheiro dos contribuintes, devolva o meu dinheiro!” e “Representar o nosso país sendo tão feio deve ser banido”.

 

Depois de analisar as respostas dos participantes aos questionários, os autores do estudo escreveram que “altas pontuações na subescala Psicopatia eram preditores significativos de comentários de ódio online”, embora nenhuma das outras características pudesse ser usada para prever com segurança publicações online odiosas.

 

Enquanto isso, os participantes que não apresentavam tendências psicopáticas tendiam a ser mais filosóficos e medidos nos seus comentários, publicando declarações como: “Está tudo bem, mantemos os dedos cruzados, da próxima vez será melhor!”

 

Fonte: Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar