Estudo aponta o número de frutas e legumes que... | TVARACAJU.com 100% Digital 100% Internet

...devemos consumir diariamente para ter uma vida mais longa.   Consumir duas porções de fruta e três porções de vegetais por dia está associado a uma maior longevidade, de acordo com uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Escola de Saúd...

alimentos, chá, açucar, corantes, adoçantes, calorias, massas, receitas, frutas, verduras, legumes

Estudo aponta o número de frutas e legumes que...

Publicado por: admin
10/03/2021 07:10 PM
Courtesy Pexels
Courtesy Pexels

...devemos consumir diariamente para ter uma vida mais longa.

 

Consumir duas porções de fruta e três porções de vegetais por dia está associado a uma maior longevidade, de acordo com uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos.

 

“Esta quantidade oferece, muito provavelmente, um maior benefício no que respeita à prevenção de doenças crónicas importantes e é um valor relativamente fácil de alcançar para o público em geral”, afirma o autor principal do novo estudo, o epidemiologista e nutricionista Dong D. Wang, citado em comunicado.

 

Para chegar a esta conclusão, a equipe analisou dados de dois estudos que incluíam informações alimentares detalhadas sobre mais de 100 mil mulheres e homens adultos, recolhidos entre cada dois a quatro anos entre 1984 e 2014.

 

Além disso, os investigadores reuniram informação sobre a ligação do consumo de legumes e frutas com a morte, de 26 outros estudos que, no seu conjunto, incluíram 1,9 milhões de voluntários de 29 países e territórios de todo o mundo.

 

Os resultados mostraram que comer cerca de cinco porções de fruta e vegetais diariamente está associado a um menor risco de morte. Comer mais do que cinco porções, não traz, segundo esta investigação, benefícios adicionais.

 

A equipe mostrou ainda que ingerir diariamente cerca de duas porções de frutas e três porções de vegetais está também associado a um aumento na longevidade.

 

“A nossa análise sobre os dois estudos de coorte de homens e mulheres dos Estados Unidos produziu resultados semelhantes aos dos 26 coortes [que incluem voluntários] de todo o mundo, o que suporta a plausibilidade biológica das nossas descobertas e sugere que estas podem ser aplicadas a populações mais amplas”, concluiu.

 

Na mesma nota, a equipa frisa que em causa está um estudo observacional que mostra uma associação entre o consumo de fruta e legumes e o risco de morte, não atribuindo uma relação direta de causa-efeito.

 

Os resultados da investigação foram esta semana publicados na revista Circulation.

Publicado por: Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar