Novas vagas surgem com demandas da tecnologia | TVARACAJU.com Mobile Television Network

Enquanto o desemprego continua em alta em diversos segmentos, profissões voltadas para tecnologia são opção para quem quer mudar de carreira   A alta do desemprego continua no Brasil. De acordo com dados do IBGE, há cerca de 14,4 milhões pessoas sem tr...

empregos, vagas, ti, tecnologia

Novas vagas surgem com demandas da tecnologia

Publicado por: admin
28/10/2021 10:02 PM
Cortesia Pexels/iStock
Cortesia Pexels/iStock

Enquanto o desemprego continua em alta em diversos segmentos, profissões voltadas para tecnologia são opção para quem quer mudar de carreira

 

A alta do desemprego continua no Brasil. De acordo com dados do IBGE, há cerca de 14,4 milhões pessoas sem trabalho no país. O levantamento é referente ao período de 2020/2021. Em contrapartida há profissões em ascensão que são opções para quem busca recolocação. De acordo com pesquisas feitas pelo Fórum Econômico Mundial, em 2022 devem surgir cerca 13 milhões de vagas e o motivo é o avanço tecnológico.

 

“Esse cenário promissor está relacionado ao crescimento digital dentro das empresas e as profissões em destaque devem estar ligadas de alguma forma à tecnologia”, é o que afirma Josney Rodrigues Lara, diretor comercial da InfoWorker Tecnologia.

 

Ele conta que no último ano houve um aumento de mais de 100% nas vagas para desenvolvedor e analista de Business Intelligence na InfoWorker, empresa de tecnologia que desenvolve soluções para empresas de grande porte. E essa não é apenas uma realidade exclusiva dessa desenvolvedora.

 

A pandemia de Coronavírus mudou a dinâmica de trabalho no mundo e as empresas estão voltando suas operações cada vez mais para a automação. É o que indica um levantamento feito pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). A pesquisa mostra que o mercado de TI deve gerar 420 mil novas vagas até 2024.

 

Josney explica que o mercado está aquecido para os profissionais voltados para a área de tecnologia e afirma que há novas funções surgindo, o que é uma janela de oportunidades para quem busca se especializar.

 

Principais profissões

O último relatório do Fórum Econômico Mundial, “The Future of Jobs”, apontou profissões que estarão em alta no próximo ano. O relatório destaca ainda que há consistentes indicações do aumento acelerado na demanda de profissões relacionadas à tecnologia.

 

Entre as profissões em destaque no mercado de TI, estão especialistas em Big Data, Data Protection Officer (DPO), especialista em Inteligência Artificial e profissionais voltados ao Direito Digital. Porém, a falta de capacitação pode dificultar o preenchimento dessas vagas. É o que indica o levantamento da Brasscom que prevê a falta de 24 mil profissionais especializados no Brasil por ano.

 

“Um dos pontos determinantes para profissionais que buscam atuar nessas áreas é o conhecimento”, é o que explica Mário Toews, DPO e especialista em Segurança da Informação da Datalege Consultoria Empresarial. Toews, que é instrutor do curso de capacitação para DPO, afirma que conhecer os fundamentos e legislações que envolvem a proteção de dados no ambiente corporativo é imprescindível para atuar na função, que tem como objetivo garantir o cumprimento das leis que protegem os dados pessoais dentro das organizações.

 

O Brasil tem hoje mais de 4,5 milhões de empresas em operação, segundo dados do IBGE. Para Toews, esse número se traduz em oportunidades de negócios e de trabalho, uma vez que todas essas empresas precisam se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, em vigor desde setembro de 2020, e poucas ainda o fizeram.

 

Da mesma forma, Josney comenta que segue com vagas em aberto na empresa desde 2020. “Fechamos algumas, mas ainda temos oportunidades. A procura é tão alta que muitas vezes ao fazermos uma proposta para o profissional que escolhemos, a empresa em que ele está faz uma contraproposta para mantê-lo”, explica.

 

Mudança de carreira

Para Gisely Almeida, desenvolvedora Júnior na InfoWorker Tecnologia, a mudança de profissão foi mais rápida do que o imaginado. Depois de 5 anos trabalhando como protética, decidiu começar uma faculdade e optou pela área tecnológica, pelo fato de ser uma área promissora e com muitos desafios. Já no primeiro semestre conseguiu estágio e em menos de um ano estava contratada.

 

A estudante, no entanto, ressalta que a identificação com a profissão é essencial: “Hoje minha vida profissional está muito melhor, mas também porque escolhi algo que combina comigo, adoro fuçar e aprender”.

 

Josney Rodrigues Lara

Josney Rodrigues Lara é empresário, diretor de negócios na InfoWorker Tecnologia e Treinamento. Graduado em Sistemas da Informação e mestre em Tecnologia em Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).

Mario Toews

Mario Toews é DPO (Data Protection Officer), especialista em Segurança da Informação, além de sócio e instrutor certificado da Datalege Consultoria Empresarial.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados