Facebook investe em Internet Banda Larga para todos | TVARACAJU.com Televisão via Internet

A gigante de internet Facebook está desenvolvendo um satélite à Internet de entrega, e espera lançá-lo no início de 2020. Chamado de Athena, o novo dispositivo foi projetado para “eficientemente fornecer acesso de banda larga para áreas não atendidas e...

tecnologia, negócios, empreendimentos, dados, aplicativos, designers, projetos, internet, satélite, startup, pesquisa

Facebook investe em Internet Banda Larga para todos

Publicado por: admin
12/12/2019 10:46 AM
Divulgação
Divulgação

A gigante de internet Facebook está desenvolvendo um satélite à Internet de entrega, e espera lançá-lo no início de 2020. Chamado de Athena, o novo dispositivo foi projetado para “eficientemente fornecer acesso de banda larga para áreas não atendidas e carentes em todo o mundo”, o Brasil incluso.

 

De acordo com um pedido as autoridades norte americanas, a empresa teria protocolado com a FCC Comissão Federal de Comunicações dos EUA. O Facebook se junta à SpaceX, de Elon Musk, e à OneWeb, apoiada pelo Softbank, duas organizações bem financiadas que trabalham em projetos

 

Os cabos de fibra ótica são o padrão ouro de uma boa conexão à Internet, mas colocá-los pode ser caro e, em algumas partes do mundo, uma tarefa fisicamente assustadora. Assim, em cantos remotos do mundo, as pessoas geralmente se conectam à Internet por meio de satélites geoestacionários maciços. Esses instrumentos de tamanho de ônibus escolar estão especialmente distantes, produzindo conexões significativamente mais lentas . 

 

Uma série de empresas acredita que a melhor maneira de conectar a metade estimada da população da Terra que ainda está off-line é lançar "constelações" de satélites menores em órbita baixa da Terra, em torno de 100 a 1.250 milhas acima do nosso planeta.

 

De acordo com e-mails obtidos da Federal Communications Commission em resposta a uma solicitação da Lei de Liberdade de Informação protocolada pela WIRED e com a confirmação da própria empresa, o Facebook é oficialmente um deles.

 

Os e-mails mostram que a rede social deseja lançar o Athena, seu próprio satélite da Internet, no início de 2019. O novo dispositivo foi projetado para "fornecer acesso de banda larga a áreas não atendidas e não atendidas em todo o mundo", de acordo com um aplicativo da rede social parece ter entrado com a FCC sob o nome PointView Tech LLC.

 
 

Com o registro, o Facebook se une ao SpaceX, de Elon Musk, e ao OneWeb, apoiado pelo Softbank, duas organizações bem financiadas que trabalham em projetos semelhantes. De fato, a SpaceX lançou os dois primeiros do que espera ser milhares de satélites Starlink em fevereiro passado.

 

Os e-mails, que datam de julho de 2016 e a confirmação subsequente do Facebook, confirmam uma história publicada em maio pelo IEEE Spectrum , que usou registros públicos para especular que o Facebook havia iniciado um projeto de Internet via satélite.

 

"Acreditamos que a tecnologia de satélite será um importante facilitador da próxima geração de infraestrutura de banda larga".

 

FACEBOOK

Os novos e-mails detalham as reuniões entre funcionários da FCC e advogados de uma empresa que o Facebook parece ter contratado, especializada em representar clientes perante agências governamentais. Em uma troca de 2016, um advogado da empresa solicita uma reunião com funcionários da FCC no Escritório de Engenharia e Tecnologia e na Divisão Internacional de Satélites do Bureau para discutir a solicitação de uma licença experimental para construir e operar uma “pequena LEO [órbita terrestre baixa] sistema de satélite com uma missão de duração limitada. ”Os e-mails indicam que o Facebook também organizou reuniões subsequentes com a FCC em junho e dezembro de 2017.

 

Em outra conversa do final de abril deste ano, o mesmo advogado pede para marcar outra reunião para discutir o "pequeno aplicativo experimental via satélite" de seu cliente. Esse aplicativo foi arquivado publicamente na FCC no dia seguinte, sob o nome PointView Tech LLC. Em muitas das trocas, nada conecta diretamente o PointView ao Facebook. O advogado se refere principalmente ao seu cliente usando esse nome, e não à rede social. Mas alguns dos e-mails contêm evidências de que o PointView é uma subsidiária da gigante da tecnologia.

 

Em um e-mail de 2016, por exemplo, o mesmo advogado usa um nome de empresa diferente para se referir ao seu cliente, FCL Tech, que foi identificado anteriormente como uma empresa do Facebook. Em um e-mail separado de dezembro de 2017, o advogado se refere a "FCL Tech / PointView LLC" como se fossem a mesma entidade.

 

Então, em um email de maio deste ano, o advogado se refere diretamente ao Facebook. Em um intercâmbio coordenando uma reunião que aparentemente ocorreu em 10 de maio, o advogado diz que quatro representantes "do Facebook" estariam presentes. De acordo com os perfis do LinkedIn, os indivíduos nomeados são todos empregados na rede social como advogados, líderes de políticas ou chefes de engenharia.

 

Quando contactado pela WIRED, o Facebook confirmou que o Athena é o seu projeto. “Embora não tenhamos nada a compartilhar sobre projetos específicos no momento, acreditamos que a tecnologia de satélite será um importante facilitador da próxima geração de infraestrutura de banda larga, possibilitando levar conectividade de banda larga a regiões rurais onde a conectividade à Internet está ausente ou inexistente. , ”Disse um porta-voz do Facebook em comunicado.

 

Fonte: Wired

 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados